Evangélicos no Carnaval 2015 [Belo Horizonte Igreja Batista da Lagoinha e outras denominações Evangélicas

No Carnaval 2015, irmãos farão um evangelismo mais arrojado do que nos anos anteriores, participando dos desfiles dos blocos carnavalescos

O Carnaval de rua de Belo Horizonte, este ano, terá uma surpresa para crentes e não crentes: a presença de um bloco evangélico denominado “Jesus, top da alegria”. Ele é composto de irmãos de várias denominações evangélicas, inclusive, da Igreja Batista da Lagoinha. Quem está liderando o movimento é o Ministério Inconformados, na pessoa do obreiro Tiago Guedes. “Tendo em vista que se trata de uma iniciativa pioneira em nossa cidade, decidiu-se que, este ano, entraremos com um bloco, por ser mais simples de organizar. Mas, no ano que vem, pretendemos entrar com a Escola de Samba Mocidade Dependente de Deus, aproveitando o nome da bateria que temos em nossa igreja”, explicou Tiago Guedes.

O samba-enredo do bloco “Jesus, top da alegria” foi composto pelo irmão Jorginho, convertido há 20 anos e membro da Lagoinha. Jorginho do Cavaco, como era conhecido, foi um dos maiores carnavalescos de Belo Horizonte, dirigiu importantes agremiações de samba da cidade e ganhou dezenas de títulos como mestre de bateria e compositor. “Estou muito contente de participar desse bloco e poder usar o dom que Deus me deu para compor músicas e dirigir uma bateria de escola de samba. O diferencial agora é que tudo é para a glória de Deus e não minha”, disse Jorginho, que hoje é ministro de música em alguns cultos da Lagoinha.

Jorginho do Cavaco / Foto: Atilano Muradas

A iniciativa de colocar um bloco na rua durante o Carnaval não é novidade. Cidades como Santa Bárbara do Oeste (SP), Rio de Janeiro, Ouro Preto, Curitiba e outras já fazem isso há anos. Apesar disso, sempre será algo polêmico, tanto para quem é da igreja quanto quem não é. “Em 1997, participei da fundação da Escola de Samba Jesus Bom à Beça, de Curitiba. Desde o primeiro ano e até hoje, as pessoas ainda se espantam e questionam a participação da igreja nesse evento secular”, revela o pastor Atilano Muradas, que foi o compositor oficial dos sambas-enredo da escola por 10 anos e desfilou várias vezes. “Participar do Carnaval é nos identificarmos culturalmente com as pessoas e usarmos a linguagem delas para passarmos a mensagem da salvação. Todos os anos, muitas pessoas se convertem com esses impactos evangelísticos e entendem que é possível se fazer uma festa bonita, sem drogas, bebidas e prostituição. No meu livro ‘A música dentro e fora da Igreja’ (Editora Vida), conto todos os detalhes do nascimento e continuidade da Bom à Beça”, informa Atilano, que está trabalhando na comunicação e no suporte do bloco “Jesus, top da alegria”.

A preparação do bloco tem sido debaixo de muita oração e várias reuniões. “O grande desafio agora é termos um maior engajamento da igreja. Precisamos de pessoas em várias equipes que estão sendo formadas. Nem todos participarão efetivamente no bloco. Precisamos de evangelistas, gente que se misture com o povo para pregar, consolidadores, intercessores e também de recursos financeiros”, lembra Lúcio, aluno do Carisma e um dos líderes da iniciativa.

Foto: Atilano Muradas

Toda a equipe está muito animada. Até a bateria da Mocidade Dependente de Deus já dobrou o número de componentes; agora, já são 50. “Este é o Ano da Comunhão, tempo de nos aproximarmos, tocarmos nas pessoas e ministrarmos a Palavra de Deus a elas. Jesus nos ensina que devemos ser sal e luz. Não há como sermos sal e luz sem vivermos no meio das pessoas e as tocarmos por meio do amor cristão”, finaliza Tiago Guedes.

Se você deseja participar em alguma área do bloco “Jesus, top da alegria” ou mesmo intenta fazer uma doação financeira para cobrir as despesas com material evangelístico e vários apetrechos que um evento dessa envergadura exige, ligue para os números: (31) 9260-1506 (Tiago Guedes) / 7313-9852 (Ludmila Silva) / 8526-6915 (Gustavo Alves).

Treinamento

No dia 17 de janeiro, às 15 horas, no Templo da igreja, haverá um treinamento especial para quem deseja participar do impacto evangelístico. Participe e convide outros irmãos para participar desse desafio de alcançar pessoas para Cristo num dos locais onde o Diabo tem ceifado mais vidas. Coordenação da atividade: Pastores Wilson Júnior e Tiago Guedes. Entrada franca.

Fonte: Atilano Muradas e Lagoinha.com